Dressage. 04 JUN 2021

Daniel Pinto desiste da corrida a Tóquio

Na sequência da lesão de Santurion de Massa, a equipa decidiu deixar cair o objectivo de participar nas olimpíadas.


Tempo de Leitura: 1 Min

Santurion crop

Em comunicado, nas redes sociais, o cavaleiro de Dressage anuncia a decisão “díficil, mas acertada” de se afastar oficialmente da corrida à conquista de um lugar na equipa que vai representar Portugal nos Jogos Olímpicos deste verão.

Depois da recente lesão de Santurion de Massa no CDI4* de Munique, a equipa do cavaleiro, em conjunto com os veterinários, concluiu após “meticulosa avaliação” que a montada “não reúne as condições necessárias para se manter ao seu mais elevado nível competitivo”.

Assim, Daniel, que era um dos prováveis candidatos ao grupo de convocados para Tóquio, sublinha a necessidade de assegurar o bem-estar do seu parceiro e afirma que agora o “nosso objectivo é garantir a recuperação do Santurion”. O  cavaleiro agradece o apoio de toda a comunidade equestre mundial e dirige algumas palavras aos que prosseguem na corrida do sonho olímpico: “temos a certezaque a nossa nação será representada por uma equipa de cavaleiros notáveis e cavalos de grande qualidade. Que a sorte esteja connosco, temos a ambição certa e estaremos todos a torcer por Portugal!

 © Lusitano World/ Rita Vitorino

Notícias relacionadas:

- Daniel Pinto fala da lesão de Santurion de Massa

- O céu e o inferno em Munique

 

Autor:

Cátia Mogo

catiamogo@invesporte.pt

QUER SABER MAIS SOBRE A CATEGORIA

Insira o seu e-mail e receba todas as novidades