Criação. 29 MAR 2021

«A competição é o motor da evolução»

Confira o depoimento de João Pedro Grave, Presidente da Associação Portuguesa de Criadores do Cavalo Puro Sangue Lusitano (APSL), no âmbito do desafio lançado por Bruno Caseirão com o tema "Cavalo Lusitano: o que preservar, modificar e inovar?".


Tempo de Leitura: 2 Min

Joao Grave

(c) Bárbara M. da Costa/Equestrez

 

«Li atentamente o artigo do Dr. Bruno Caseirão que, na minha opinião, faz uma reflexão muito lúcida e correcta da evolução e situação actual do cavalo Lusitano.

O texto centra-se em três temas: PRESERVAR, MODIFICAR e INOVAR.

Concordo que são grandes directrizes, e bons temas de análise, refletindo de alguma forma três das grandes preocupações dos actuais criadores.

Na minha opinião, a reflexão à volta destes três parâmetros tem gerado, felizmente, acaloradas e apaixonadas discussões sobre a selecção da nossa raça, o que demonstra claramente a vitalidade que a criação do cavalo Lusitano atravessa.

A variável nova que emerge nesta equação, é a COMPETIÇÃO internacional.

Acrescentando objectividade, a competição é o motor da evolução, e para que seja bem-sucedida devemos competir e compararmo-nos com os melhores.

Concordando plenamente com as três linhas mestras já citadas, e no sentido de estimular os desafios que temos pela frente, acrescentaria:

PRESERVAR sem estagnar, MODIFICAR para valorizar, INOVAR para evoluir.

Neste caminho, é importante que cada criador siga a sua própria sensibilidade e convicção.»

 João Pedro Grave

QUER SABER MAIS SOBRE A CATEGORIA

Insira o seu e-mail e receba todas as novidades