Raides. 27 JAN 2021

Mónica Mira lidera equipa veterinária no Mundial

A médica veterinária, colaboradora da Revista Equitação, foi nomeada pela Federação Equestre Internacional (FEI) Presidente dos Veterinários de Tratamento para o Campeonato do Mundo de Endurance.


Tempo de Leitura: 5 Min

monica_mira

O Campeonato do Mundo de Resistência Equestre deverá realizar-se em Pisa (Itália), nos dias 21 e 22 de Maio e, para além de Mónica Mira, vai também contar com o oficial português Joaquim Marçal, como Comissário Chefe.

Para a médica veterinária portuguesa, esta nomeação da FEI para o cargo de Presidente dos Veterinários de Tratamento simboliza “um enorme reconhecimento e confiança”, pois mostra o “reconhecimento pelo meu profissionalismo e seriedade enquanto oficial. Ser fluente em várias línguas também ajuda. Gosto e tenho facilidade em interagir com outras culturas e nacionalidades. Tenho um conhecimento muito abrangente da modalidade, até como cavaleira. É também o reconhecimento pelo meu envolvimento no desenvolvimento da disciplina na educação e formação (International Veterinary Endurance Conference) e investigação (doutoramento)."

Radicada em Évora, Mónica afirma que vive e respira endurance. Interrogada sobre como vê o facto de ter recebido este voto de confiança e em Portugal continuar a não ser chamada para provas, a médica veterinária afirmou que tal só prova que “algo está estruturalmente mal e há já algum tempo. Infelizmente, não é inédito em Portugal, ter-se reconhecimento internacional e por cá não. A iniciativa e o empreendedorismo são frequentemente olhados como uma ameaça e não como uma oportunidade. Infelizmente para a disciplina. Está tão fechada sobre si própria e tem uma representatividade tão baixa junto da Federação Equestre Portuguesa que as sucessivas direcções preferem deixar tudo como está e não perdem muito tempo com a disciplina, nem com os seus actores. A resistência equestre tem um enorme potencial em Portugal e que tem sido imensamente desperdiçado”, concluiu.

 

 

 

Quem é Mónica Mira… MIRA

Se muitos não a conhecem das provas realizadas em Portugal, o seu curriculo em provas internacionais é longo. Estudou na Escola Alemã e na Escola Europeia de Bruxelas, tendo-se licenciado pela Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade de Lisboa, com um internato em cirurgia equina na Washington State University, EUA e um assistanato em patologias locomotoras no CIRALE (École Nationale Vétérinaire d’Alfort) na Normandia em França.

Fundou a Equimuralha, que vendeu em 2016, e actualmente dirige a Al Equine, uma empresa exclusiva para cavalos com distribuição de material e produtos para veterinários e cavaleiros, como uma aposta forte na endurance.

À espera da defesa da tese “Usefulness of non-invasive and objective methods in the assessment of the welfare of horses in endurance competitions ” pela Universidade de Évora, que inclui três publicações em revistas científicas revistas por pares, uma publicação em revisão e a última em processo de submissão.

Veterinária FEI para concurso de saltos e 4* para a resistência equestre como oficial e tratamento, nos últimos cinco anos, oficiou um pouco por todo o mundo, incluindo os Emirados Árabes Unidos e outros países do Golfo Pérsico, Austrália, África do Sul, Namíbia. O país onde mais oficia é a França.

Mónica Mira já foi Presidente da equipa de tratamentos no Campeonato da Europa de Endurance em Bruxeleas em 2016 e é uma das criadoras e organizadoras do International Veterinary Endurance Conference (IVEC), uma conferência que tem como público-alvo os participantes nos Campeonatos do Mundo, ocorrendo por isso pouco antes dos mesmos, tendo até agora as duas organizações tido lugar em Samorin, Eslováquia (2016) e Tryon, EUA (2018), estando prevista a próxima edição para Verona em Itália 2021.

Desde 2019 é também colaboradora da Revista Equitação, altura em que publicámos uma entrevista sobre o seu passado, que pode recordar AQUI 

Escrever é, aliás, algo que gosta bastante de fazer, tendo sido convidada para escrever o capítulo "Emergency Procedures and first aid for the equine athlete" para o livro Equine Sports Medicine and Surgery, um dos livros de maior referência mundial para veterinários de equinos, cuja segunda edição será publicada em breve.

 

 

Veja também, alguns dos artigos já publicados internacionalmente por Mónica Mira:

Objective Detection and Quantification of Irregular Gait With a Portable Inertial Sensor-Based System in Horses During an Endurance Race—a Preliminary Assessment

Challenges encountered by Federation Equestre Internationale (FEI) veterinarians in gait evaluation during FEI endurance competitions: an international survey 

Do waiting times in endurance vet gates affect the cardiac recovery index?

- Salivary Cortisol and Infrared Thermographic Ocular Temperature Use as Biomarkers during Endurance Competitions

Autor:

Ana Filipe

anafilipe@invesporte.pt

QUER SABER MAIS SOBRE A CATEGORIA

Insira o seu e-mail e receba todas as novidades