Criação. 21 OUT 2020

Rubi termina funções de reprodutor

Depois de um pequeno susto a nível cardíaco, esta terça-feira, a proprietária do garanhão lusitano de 23 anos decidiu não voltar a submeter Rubi ao esforço físico das cobrições.


Tempo de Leitura: 3 Min

RUBI Rita Fernandes

Foto: Rita Fernandes (www.teamrubi.com)

Numa mensagem emotiva deixada nas redes sociais, Christine Jacoberger mostra-se irredutível na decisão, pelo bem estar do animal que tantas alegrias trouxe ao longo da carreira desportiva. “O meu marido Marc e eu tomámos a decisão de que a partir de agora o nosso Rubi não irá mais cobrir. É pena porque apesar da idade, a qualidade do sémen dele é excepcional, mas seremos inflexíveis”, garante, agradecendo ao médico veterinário que o acompanhou, João Ribas Martins, e que logo fez saber de forma detalhada o ponto de situação do cavalo. Para os proprietários, “o Rubi não é só um dos nossos cavalos, é um membro da família e tentamos sempre tomar as melhores decisões por ele”.

Rubi AR (Batial x He-Xila por Xaquiro) foi finalista nos Jogos Olímpicos de 2012, em Londres, e é um garanhão de mérito na raça lusitana, recomendado para o ensino, tendo actualmente três filhos entre os cinco melhores cavalos de Grande Prémio portugueses do mundo, segundo o ranking de Dressage FEI: Coroado AR, Beirão AR e ainda Fenix de Tineo. Entre os mais de 300 filhos que tem espalhados pelo globo, há, até ao momento, 26 garanhões aprovados e uma centena de éguas no livro de adultos.

À EQUITAÇÃO, Christine Jacoberger diz que este foi “um sinal que ele nos deu” e que irão respeitar. No entanto, “há ainda sémen congelado, que já tinha sido colhido” e que permite dar, agora de forma  limitada, continuidade à descendência de Rubi.

Christine agradeceu ainda a todos os que, no final da carreira desportiva, “tão bem cuidaram dele”: Nuno Deveza, Rita Ralão, Carmo Câmara Pereira, Sebastião Gonzaga ao ferrador Sérgio Pinto, aos veterinários Vasco Lopes, Ann Sleeks, Nara França, Lúcia Carvalho, Marta Garin e agora João Ribas Martins. Agradecimentos ainda às equipas da Luso Pecus, José Carlos Duarte, Cristina Cosinha G. Machado, Joana Veiga Maltez, Embriovet, Miguel Bliebernicht e Genequino, Pedro Ferro da Costa e Bruno Rego. Estes "três centros de topo para inseminações de sémen congelado vão continuar a poder acolher a vossas estimadas éguas. Obrigada aos criadores que já confiaram nas qualidades do nosso Rubi e a todos que vão continuar. Obrigada ao nosso amigo João Pedro Rodrigues, descobridor e primeiro treinador do Rubi, uma das pessoas que conhece o Rubi desde mais tempo”.

A proprietária termina dizendo que o seu “voto mais sincero é que o nosso querido Rubi AR continue a desfrutar duma vida serena durante muitos anos”.

Autor:

Cátia Mogo

catiamogo@invesporte.pt

QUER SABER MAIS SOBRE A CATEGORIA

Insira o seu e-mail e receba todas as novidades