Saltos. 03 AGO 2017

Mais uma edição da liga norte-americana

Depois da vitória de McLain Ward no ano passado na Taça do Mundo, a liga norte-americana arranca para a 3.ª edição.


Tempo de Leitura: 2 Min

McLain Ward

No segundo ano de existência da liga norte-americana, a Taça do Mundo de Saltos de Obstáculos terminou com a vitória de McLain Ward no seu próprio território, em Omaha, Nebraska. Foi uma final de sonho para o cavaleiro que já conquistou duas medalhas de ouro em Jogos Olímpicos.

A próxima temporada da liga norte-americana arranca já no próximo domingo, 6 de Agosto, no CSI3*-W de Bromont, onde vão estar a competir Canadá, México e Estados Unidos. Começa assim mais temporada onde as equipas vão lutar por um lugar na final de Paris (França), em Abril de 2018.

Sete competições na costa este e sete na oeste vão determinar um total de 14 cavaleiros que se vão qualificar para a final: sete da liga da costa este, três da liga oeste e dois do Canadá e México.

"A liga norte-americana da Taça do Mundo FEI é claramente um exemplo de consistência", afirma McLain Ward, que venceu no ano passado com HH Azur. "Vemos os cavaleiros de topo a tentar alcançar pontos cedo, enquanto outros têm outras estratégias. É entusiasmante e termina com uma grande final".

A norte-americana Lucy Deslauriers vai participar pela primeira vez na liga, depois de ter feito 18 anos. A estreia vai ser em Bromont, depois de já ter feito vários concursos nacionais e de 2* nos últimos anos. No arranque da temporada vão estar também cavaleiros veternaos, como Charlie Jacobs (EUA), Keean White (CAN) e Mario Deslauriers (USA), pai de Lucy.

Bromont será a primeira etapa da liga da costa este, enquanto na costa oeste a competição arranca a 27 de Agosto, em Langley (EUA).

(Foto: Liz Gregg/FEI)

Autor:

Carla Laureano

carlalaureano@invesporte.pt

QUER SABER MAIS SOBRE A CATEGORIA

Insira o seu e-mail e receba todas as novidades