Saltos. 12 OUT 2020

Primeiro GP de Vilamoura é britânico

Os cavaleiros britânicos «invadiram» o pódio do primeiro Grande Prémio do Vilamoura Champions Tour. Ao longo da semana, os portugueses ganharam várias provas.


Tempo de Leitura: 5 Min

Guy Williams_ ONE SHOT

Foto: ONE SHOT

O Vilamoura Champions Tour arrancou a 7 de Outubro, com um CSI3* e um CSI1* a decorrer em simultâneo nas pistas do Vilamoura Equestrian Centre.

O primeiro Grande Prémio realizou-se este domingo, a 1,50m, com total supremacia britânica, uma vez que dos dez primeiros classificados sete vieram de «terras de Sua Majestade». O mais rápido foi Guy Williams em Rouge de Ravel (36,24’’), conjunto que já na quinta-feira tinha liderado a prova de 1,45m. Seguiu-se a competitiva - e habituée de Vilamoura - Laura Renwick/Dublin V (36,56’’) e, em 3.º, Jack Whitaker/Valmy de La Lande (37,01’’). O 4.º posto foi ocupado pela holandesa Kim Emme/Jack van het Dennehof (38,08’’) e o 5.º lugar ficou para Emily Moffitt/Bacara d’Archonfosse (38,42’’).

O melhor português, e único no desempate do Grande Prémio, foi Luís Ferreira, cavaleiro que entrou com Cerrutti van ter Hulst Z, limpando na primeira mão e terminando o jump-off com 17 pontos.

Ainda na prova maior estiveram a competir por Portugal António Matos Almeida / Lcc Sapphire (8 pts - 35.º), Guilherme Lucas Rosado / Canouan Island (9 pts - 39.º) e  Hugo Tavares / Coconder PS (13 pts - 46.º). Ana Elias da Costa Fernandes optou por retirar Chadston, emquanto que Francisco Rocha/Lanzarote de Muze e Hugo Carvalho/Vichy du Puits foram eliminados.

Vitórias lusas no Algarve

A semana contou com provas ganhas e várias classificações de cavaleiros portugueses, nomeadamente a de António Matos Almeida com Belo Horizonte na prova de 1,30m Acumulador, no domingo.

Na quinta-feira Afonso Salvador Bento venceu com Oros M a prova de 1,30m, com Francisco Rocha/Kipling van’T Hagenhof em 6.º, Vasco Escudeiro /Catch ME em 11.º e Gonçalo Laurent / Hannan Wetts (13.º).

Já a 1,35m, António Matos Almeida venceu com Hifi a 1,35m, tendo ficado em 8.º com Ganturana. Nesta competição, João Patrício/C Grand Canyon Z foi 6.º, Hugo Carvalho foi 7.º com Gaucho Wh e 9.º com Holly d’Eiro e ainda Rafael Dinis Rocha/ Giselle III Parisol foi 13.º

Logo na quarta-feira, o hino nacional tocou para Francisco Rocha/C Berriz Z, com Hugo Carvalho / Another Tiji Z em 8.º na prova de 1,35m.

Destaque também para algumas das melhores prestações lusas nesta semana inaugural do circuito algarvio: No primeiro dia de provas, quarta-feira, a 1,40m, Martim Portela de Morais/Cornet’s Storm foi 6.º, Hugo Carvalho/Salto de Sam foi 10.º, António Matos Almeida/Virtuose ddu Very foi 11.º e Gonçalo Esteves/ Tornedo Dingeshof Z foi 12.º.

Na quinta-feira, à mesma altura, Mário Prieto foi o melhor português, montando Huzaar, tendo ficado na 36.ª posição, com um ponto por excesso de tempo. Já a 1,45m, foi Hugo Carvalho quem conseguiu a melhor classificação lusa, no 16.º posto com Vichy du Puits.

Sexta-feira Joana Rios Oliveira foi quem levou a bandeira portuguesa mais alto nas tabelas classificativas, ao registar um 6.º posto com Before Still a 1,30m, onde Mário Prieto/Henk Junior foi 12.º e Vasco Escudeiro/Catch ME foi 14.º. A 1,20m, Carolina Rolo Campos/Concerto de Brunel foi 11.º e Joana Rios Oliveira foi 12.º com Coracao Still. Já na prova maior, a 1,45m, nota para o 12.º posto de Hugo Carvalho com Fly Motion e o 17.º de Luís Ferreira com Cerruti van ter Hulst Z.

Sábado, a 1,20m, António Vozone fez um duplo percurso sem faltas na sela de Fungaf da Gandarinha (5.º) e a 1,35m, Francisco Rocha/C Berriz Z foi 4.º, António Matos Almeida/Canada Z foi 6.º e Afonso Salvador Bento/Oroso M foi 9.º. A 1,40m, Luís Ferreira/Trinidad du Mirador Z e Hugo Carvalho/ Salto de Sam, ambos com uma falta no desempate, ocuparam, respectivamente, a 17.ª e a 18.ª posição na tabela.

Por fim, no domingo, de registar ainda o 3.º lugar de Hugo Tavares com Ccs Ottomatic a 1,20m.

O Vilamoura Champions Tour retoma a competição amanhã, para a segunda de seis semanas de provas, daqui em diante, incluindo também, além do CSI1* um CSI para Cavalos Novos. Na segunda, quarta e quinta semanas de competição há CSI3* e na terceira e sexta semanas do circuito há CSI4*. No total, o prize money supera um milhão de euros. As provas terminam a 15 de Novembro.

Resultados completos AQUI.

Notícias relacionadas:

- Vilamoura recebe Taça das Nações e qualificativas olímpicas

Autor:

Cátia Mogo

catiamogo@invesporte.pt

QUER SABER MAIS SOBRE A CATEGORIA

Insira o seu e-mail e receba todas as novidades