Actualidade. 30 SET 2020

Eleições FEP: SHP palco de sessão de esclarecimentos da Lista B

A sessão foi transmitida via Zoom a fim de chegar ao maior número de pessoas.


Tempo de Leitura: 5 Min

sessao_esclarecimento

Pouco passavam das 18h15 quando teve início a sessão de esclarecimentos da Lista B. Bruno Rente, candidato à Presidência da Direcção, fez-se acompanhar por Pedro Beja da Costa, candidato à Presidência da Mesa do Congresso e começou por se apresentar ao público que se encontrava na sala da Sociedade Hípica Portuguesa (SHP) ou a acompanhar via Zoom, afirmando desde início - e mais do que uma vez - que a candidatura desta lista é “livre, descomprometida e isenta”.

Bruno Rente, empresário do Norte, cavaleiro e que também se encontra ligado à criação, está neste momento a viver na região da grande Lisboa e defendeu a aposta “numa equipa coesa” que se encontra “motivada para elevar ainda mais o desporto equestre. É esse o nosso compromisso”, fez questão de frisar, antes de começar a responder às perguntas colocadas, na sua maioria, antecipadamente na plataforma online, criada para dar a conhecer esta lista, que se candidata à Federação Equestre Portuguesa, para o quadriénio 2020-2024, no seguimento da demissão do Presidente José Elias da Costa.

As primeiras questões prenderam-se com os motivos que levaram Bruno Rente a candidatar-se ao cargo e quais as ideias-chave da lista e que o empresário já havia indicado em declarações à EQUITAÇÃO (leia AQUI).

A mesma questão foi colocada a Pedro Beja da Costa, que explicou que aceitou integrar este projecto federativo com o objectivo de “promover o bem-estar entre sócios, num espírito de pluralidade, respeito e educação. Revejo-me muito no Dr. Bruno Rente (…) que se rodeou de pessoas sem lobbies e isso é de louvar”.

Beja da Costa mostrou-se muito crítico face ao actual “clima de guerrilha e intimidação” que, segundo ele, se vive e defendeu a sua associação a esta causa por “amor ao cavalo e à equitação”.

O candidato à Presidência da Mesa do Congresso viria a ser chamado a intervir de novo, mais tarde, para responder à questão colocada sobre “a posição da SHP de coacção junto dos delegados” e o facto de estar em circular dentro do clube lisboeta um abaixo-assinado. Beja da Costa que, até há alguns dias, integrava a Direcção da SHP, afirmou estar a assistir “com tristeza” à forma como o Presidente da mesma, José Manuel Figueiredo se encontra a gerir todo o processo e a tentar que a SHP tenha “um voto unânime na lista da sua preferência”.

Seguiu-se uma pergunta relacionada com a Formação, “um dos pontos chaves do nosso projecto” segundo Bruno Rente e, para falar sobre o assunto, o candidato chamou o Major Bruno Pires que também integra a lista candidata à direcção.

Esta terça-feira soube-se que a providência cautelar que havia sido colocada para que o Congresso Eleitoral não se realizasse no próximo dia 2 de Outubro, devido a alegados incumprimentos estatuários, foi rejeitada e, interpelado sobre esse facto e a declaração da Lista A de uma possível impugnação das eleições, tal como já havia afirmado à nossa publicação, Bruno Rente mostrou a sua “preocupação” e recordou as “repercussões graves” do acto, que considera “penoso para todo o projecto hípico” e que só vai levar ao “encrespar de relações e atitudes” em vez de “resolver problemas”.

Após cerca de 30m de sessão, o candidato e moderador encerrou o evento por não existirem mais questões, mas convidou todos os presentes a continuarem a fazê-lo através da plataforma online https://ofuturocontaconnosco.pt/

 

Assista à transmissão via Zoom, no vídeo em baixo (embora não tenha os minutos iniciais):

Notícias relacionadas:

BRUNO RENTE PROMOVE SESSÃO DE ESCLARECIMENTOS

ELEIÇÕES FEP 2020: LISTA B

ELEIÇÕES FEP 2020: LISTA A

ELEIÇÕES DA FEP JÁ TÊM DATA

BRUNO RENTE É CANDIDATO À FEP

JOSÉ ELIAS DA COSTA DEMITE-SE DA FEP

 

Autor:

Ana Filipe

anafilipe@invesporte.pt

QUER SABER MAIS SOBRE A CATEGORIA

Insira o seu e-mail e receba todas as novidades