Actualidade. 23 SET 2020

Eleições FEP 2020: Lista A

Ana Jordão encabeça a Lista A que se apresenta a eleições no próximo dia 2 de Outubro.


Tempo de Leitura: 6 Min

anajordao02

Oriunda de Coimbra, juíza FEI de Saltos de Obstáculos, Ana Maria Jordão é candidata à Presidência da Direcção da FEP, para o quadriénio 2020-2024.

Interrogada pela EQUITAÇÃO sobre qual o motivo que a levou a dar este passo assim como sobre quais as ideias chave do seu programa, a candidata dá-se a conhecer ao eleitorado afirmando que tem como mote ir “ao encontro dos objectivos estatutários da FEP, sempre na perspectiva da dinamização do Desporto Equestre e da melhoria contínua, assim como da qualidade” e, para tal, “reunimos uma equipa multidisciplinar, de pessoas motivadas, dispostas a apresentar e trabalhar um novo paradigma e perspectiva para esta Federação. É nosso objectivo trabalharmos em consonância com os Clubes e Associações, Comissões Organizadoras, Atletas, Oficiais, Criadores e Proprietários de cavalos, pois entendemos que a FEP deve ser uma entidade de todos e para todos, porque todos somos o Desporto Equestre. Consideramos que é fundamental uma adaptação do desporto equestre à nova realidade com o solene objectivo de revitalizar os valores fundamentais, reajustar a instituição federativa de forma a potenciar o desporto equestre. Estes são os pontos prévios que a nossa candidatura se propõe trabalhar de forma transparente, fazendo uma aposta clara na inovação e fomento do desporto nas suas diferentes modalidades e escalões. Trabalhar a base, apoiar os clubes, treinadores, oficiais e acompanhar os atletas nos diferentes projectos nacionais e internacionais. Num segundo momento e com o levantamento das diferentes realidades existentes, procuraremos encontrar respostas, considerando sempre os contributos de todos e normalizando as decisões assumidas”, conclui Ana Maria Jordão, que tem como mote de campanha “Inovar, com Rigor.”

A composição da Lista A, assim como o Plano Eleitoral da mesma, pode ser consultado AQUI

Entretanto, ao que a EQUITAÇÃO apurou, terá sido colocada uma providência cautelar que pode pôr em risco a realização destas eleições.

Sobre um eventual incumprimento estatutário, a candidata fez chegar uma comunicação aos Sócios e Delegados dos Agentes Desportivos, ao qual tivemos acesso e que passamos a transcrever:

«Assunto: Data do Congresso Eleitoral

Entregámos, no passado dia 15 de Setembro, a nossa Candidatura às Eleições para os Órgãos Sociais da FEP, à qual foi atribuída, para identificação, a letra A, tendo já remetido a todos o nosso Programa de Candidatura.

Verificámos, no final do mês de Agosto que, contrariamente ao definido no nº4 do Artigo 30º, não tinha sido enviada aos Sócios da FEP a informação relativa a” quantos Delegados cada uma poderá indicar” , informação essa que deveria ter sido remetida “pelo menos 60 dias antes de cada Congresso”.

De imediato demos nota da nossa apreensão junto de várias Associações e Clubes, quanto à regularidade do ato eleitoral, marcado para o próximo dia 02 de Outubro.

A resposta, da Direção da FEP, através do seu Presidente, transmitindo o parecer da Presidente da Mesa do Congresso, foi evasiva, insistindo em não cumprir o que, estatutariamente, está definido, pese embora seja por demais óbvio que, a realizarem-se as Eleições no dia 02 de Outubro, de imediato serão impugnadas e, por esta vez, com toda a razão.

Temos conhecimento de que o IPDJ, Instituto Português para o Desporto e Juventude, já solicitou formalmente informação à Direção da FEP, relativa ao cumprimento dos Estatutos, na preparação deste ato eleitoral.

Esperamos que, finalmente, o bom senso prevaleça, a bem da imagem do nosso Desporto Equestre. Neste entendimento, deverá ser remetida a carta aos Sócios e cumprido o prazo de 60 dias previsto estatutariamente, para a marcação da nova data para as Eleições.

Continuamos a aguardar, de forma serena, que a legalidade seja reposta, não podendo deixar de lamentar a imagem que se vai criando à volta da Federação que a todos nós representa. No decurso da semana, iremos contactar os Sócios para, de forma direta, dar conhecimento da situação originada e das suas consequências.

Até breve.»

Recorde-se que, a realizar-se o Congresso Eleitoral, a Lista A de Ana Jordão terá como concorrência a lista liderada por Bruno Rente.

Autor:

Ana Filipe

anafilipe@invesporte.pt

QUER SABER MAIS SOBRE A CATEGORIA

Insira o seu e-mail e receba todas as novidades