Saltos De Obstáculos. 06 AGO 2020

Hugo Tavares ‘brilha’ com Cícero ao vencer GP

O Centro Hípico do Porto e Matosinhos (CHPM), já com o seu novo piso do campo de aquecimento exterior, dotado da tecnologia EBB & Flow voltou, uma vez mais, a ser o palco do Concurso Saltos Nacional A (CSN-A) e da Taça de Amazonas, competições que contaram com mais de 200 conjuntos.


Tempo de Leitura: 2 Min

Hugo_tavares_CSN

Com percursos bem desenhados, da autoria do chefe de pista Bernardo Costa Cabral, a jornada hípica que aconteceu no Norte do País no início do mês, contou com mais de 200 conjuntos, onde se destacou o cavaleiro João Mota, que depois de vários anos ausente da competição regressou e logo em evidência ao vencer a prova de 1.30m montando Mistério Sobral da Costa.

PHOTO-2020-08-06-12-12-10

Relativamente à restante competição, destaque para o vencedor do Grande Prémio (prova de 1.45m, Tabela A disputada ao cronometro com barrage), que foi ganho por Hugo Tavares, com Cícero (37,46s), logo seguido de António Matos de Almeida, com Vina (38,45s) e Bernardo Ladeira, com Dento (38,53s), que se classificaram em 2.º e 3.º lugares, respectivamente. Hugo Tavares obteve a vitória no Grande Prémio após disputa de uma Barrage onde voltou a limpar o percurso num total de 37,46s, facto que lhe valeu o primeiro lugar na prova, deixando toda a concorrência atrás de si.

Nesta competição, o regressado cavaleiro João Mota, com Mistério Sobral da Costa, obteve a quinta posição entre mais de uma vintena de conjuntos.

Beatriz Mateus e Joana Sousa vencem Taça de Amazonas

Disputada em duas categorias (1 e 2), a Taça de Amazonas também teve lugar no Centro Hípico do Porto e Matosinhos. A esta competição, lograram participar mais de três dezenas de conjuntos que dividiram entre si os lugares da tabela classificativa, em ambas as categorias.

PHOTO-2020-08-06-12-11-05

Após duas classificativas (em ambas as categorias), a vencedora da prova de 1,10m (Cat. 2), foi Beatriz Mateus, com Querouet De Blondel, que gastou 27,75s para percorrer o percurso da barrage sem faltas. No segundo posto, ficou a amazona Bruna Carvalho, montando Ceasar, com o tempo de 29,05s e em terceiro classificou-se Sara Portugal, com Rivage de Kerser, que penalizou 4 pontos com o tempo de 23,82s.

PHOTO-2020-08-06-12-11-49

Na prova de 1,00m (Cat. 1), o lugar cimeiro do pódio coube a Joana Sousa, com Calupa, classificando-se Maria Barbedo (Ushuya De Lessac) e Catarina Barnstorf (Fine), após disputa de um desempate respectivamente em segundo e terceiro lugares.

Por último, referir que o chefe de pista internacional português Bernardo Costa Cabral será, em Setembro, o responsável pelo desenho dos percursos no Campeonato Português de Cavaleiro de Obstáculos (CPCO), que se irá realizar nestas mesmas instalações.

Consulte todos os resultados deste CSN-A e Taça de Amazonas AQUI.

QUER SABER MAIS SOBRE A CATEGORIA

Insira o seu e-mail e receba todas as novidades