Eventos. 01 JUN 2020

FEI cria política para retomar eventos com segurança

A Federação Equestre Internacional (FEI) apresentou a sua política para aumentar a segurança da competição durante a pandemia Covid-19, destinada a ajudar Organizadores e Federações Nacionais na retomada de eventos internacionais, de acordo com as restrições nacionais e locais.


Tempo de Leitura: 1 Min

evento FEI

A política será aplicada a todos os eventos da FEI realizados a partir de 1 de Julho e foi implementada para limitar o risco de transmissão e disseminação adicional da Covid-19, até à existência de um tratamento e/ou vacina eficaz.

Desenvolvida pelo Dr. Mark Hart, presidente do Comité Médico da FEI, em conjunto com a sede da Federação, a política exige que as Federações e Organizadores Nacionais efectuem uma Avaliação de Risco para analisar se é seguro realizar os eventos.

A política inclui recomendações gerais de melhores práticas e deve ser usada em conjunto com os seguintes documentos da Organização Mundial de Saúde (OMS): Considerações para Federações Desportivas/Organizadores de eventos ao planear reuniões de massa em contexto do Covid-19; Avaliação de risco de encontros em massa; e a árvore de decisão

É obrigatório que os Organizadores de eventos da FEI realizem a avaliação de risco junto à Federação Nacional e às autoridades governamentais, e de saúde pública do país. Os eventos para os quais a FEI não recebeu o plano completo de medidas de avaliação e mitigação de riscos serão removidos do seu Calendário.

 

 

Autor:

Ana Rita Moura

anaritamoura@invesporte.pt

QUER SABER MAIS SOBRE A CATEGORIA

Insira o seu e-mail e receba todas as novidades