Centros Hípicos. 05 MAI 2020

Centro Hípico da Sobreda com Terapia Assistida por Equinos

O Centro Hípico da Sobreda anunciou um novo serviço de Terapia Assistida por Equinos e a primeira sessão é gratuita.


Tempo de Leitura: 5 Min

centro hipico da sobreda

A Terapia Assistida por Equinos (TAE) refere-se a uma metodologia terapêutica indicada para qualquer faixa etária, que beneficia das características do cavalo e da equitação clássica, para uma intervenção com orientação clínica ao nível psicomotor, cognitivo e psicossocial.

A TAE destina-se a todos os indivíduos com dificuldades ao nível motor, cognitivo, social, psicomotor ou da linguagem, como os que apresentam as seguintes perturbações: Dificuldades Intelectuais e Desenvolvimentais; Perturbação do Espectro do Autismo; Perturbação da Hiperactividade e Défice de Atenção; Paralisia Cerebral; Patologias Psiquiátricas; Perturbações do Comportamento e entre outros.

A equipa terapêutica conta com a fisioterapeuta Sónia Sancho, a psicomotricista Ariana Rodrigues e o Director Técnico e Monitor de Equitação David Tainha.

“Já trabalhávamos há um tempo com hipoterapia, mas actualmente temos uma equipa nova e muito experiente. Agora tencionamos dinamizar a hipoterapia de outra maneira, porque sentimos que temos a equipa adequada e que fazemos tudo de forma mais correcta”, referiu David Tainha.

“Sendo eu psicomotricista e a Sónia Sancho fisioterapeuta temos aqui duas visões diferentes e duas vertentes possíveis para diversificar a hipoterapia. Pensamos em focar o nosso trabalho numa parte mais lúdica e mais de equitação terapêutica, ou seja, a hipoterapia faz sentido sempre que os cavalos devem entrar não só como um meio de transporte, mas como um apoio de estímulos sensoriais, para ajustes posturais e equilíbrio, mas também como um elemento de terapia”, explicou Ariana Rodrigues.

A TAE tem três valências: Hipoterapia, Equitação Terapêutica e Equitação Adaptada. Os objectivos da hipoterapia são neuromotores, e destinam-se a indivíduos cujo controlo muscular e equilíbrio é reduzido, podendo beneficiar do movimento e fisionomia do cavalo, para receber estímulos sensoriais e motores para o sistema nervoso central.

Já os objectivos da Equitação Terapêutica são psicomotores e direccionam-se a necessidades educativas especiais, com recurso a actividades lúdicas com significado terapêutico a nível social, emocional e cognitivo. Por fim, a finalidade da Equitação Adaptada é desenvolver competências equestres e melhorar a auto-estima e forma física. Sempre que o Centro receber um novo aluno ele será avaliado pela equipa terapêutica, para saber a qual das valências este se adequará mais.

As sessões decorrem de quarta-feira a sexta-feira, das 08h30 às 15h00 no Centro Hípico da Sobreda, que se situa em Azinhaga Vale da Sobreda, sendo que a primeira sessão é gratuita e pode agendá-la no site oficial do Centro.

“É importante eles experimentarem primeiro, porque pode acontecer um aluno que não tenha tido contacto com o cavalo e que pode sentir algum receio... Por isso sim, penso que seja bom ter uma primeira experiência”, explicou o Director Técnico.

O Centro também investiu em novo material e como Ariana Rodrigues diz “agora é só dar asas à imaginação”, referindo ainda que “o conteúdo das actividades são sempre lúdicas e podem focar-se em diferentes aspectos, como na memória, na atenção, na coordenação motora, e entre outros.”

 

centro hípico da sobreda

Apesar do Centro Hípico da Sobreda ter sofrido também com o Covid-19 e ter sido obrigado a encerrar durante as últimas semanas, irá reabrir já na quarta-feira (6 de Maio), mas com as precauções necessárias. “Vamos reabrir com todos os cuidados, ou seja, vamos estar um pouco mais limitados em termos de horários e não tentar juntar muito as pessoas, e até formar turmas mais pequenas. O objectivo é conseguirmos chegar a todos, mas de forma controlada”, concluiu David Tainha.

Além dos serviços referidos o Centro Hípico da Sobreda é composto pela David Tainha Team, dirigida pelo Director Técnico, David Tainha, que conta já com 20 anos de experiência na área de equitação.

Esta é uma escola que segue as directivas da Federação Equestre Portuguesa (FEP), pretendendo distinguir-se pela qualidade de ensino na arte da equitação. Oferece vários serviços e instalações, tanto para aqueles que querem começar a montar a cavalo, como para aqueles com objectivos competitivos. Dispõe ainda de 33 boxes, um picadeiro coberto e um exterior, e aceitam-se cavalos a penso.

Autor:

Ana Rita Moura

anaritamoura@invesporte.pt

QUER SABER MAIS SOBRE A CATEGORIA

Insira o seu e-mail e receba todas as novidades