Criação. 10 DEZ 2019

V-Plus Gold destacou-se no Leilão P.S.I.

No total foram apresentados 49 cavalos de Dressage e de Saltos de Obstáculos no 40.º Leilão P.S.I. (Performance Sales International), a 7 e 8 de Dezembro, em Ankum, na Alemanha.


Tempo de Leitura: 2 Min

V-Plus Gold_LL Foto

V-Plus Gold, irmão de Harmony's V-Plus (que atingiu o valor mais elevado no leilão do ano passado) foi o primeiro cavalo a entrar em pista, apresentado por Frederic Wandres. O filho de Vivaldi e Farah conseguiu a licitação mais elevada, 1,3 milhões de euros, feita pelo luxemburguês Dressage Grand Ducal. Frederic Wandres irá continuar a montar este garanhão, com o objectivo de se qualificar para o Campeonato do Mundo de Cavalos Novos de Dressage.

“Conheço todos os cavalos muito bem, mas o V-Plus Gold, em particular, desenvolveu-se muito nos últimos meses e agora está a dar o melhor de si”, comentou Ulli Kasselmann, um dos fundadores da P.S.I.

Nos Saltos de Obstáculos a licitação mais alta foi feita a Chacco’s Lando (Chacco-Blue x Leonie Landa), vendido por 1,25 milhões de euros.

Chacco´s Lando_ foto de Thomas Hellmann

O Leilão P.S.I. deste ano atingiu o valor mais elevado dos 40 anos de história do evento, estabelecendo um novo recorde de 19,15 milhões de euros. Os cavalos de Dressage trouxeram 9,59 milhões de euros, com um preço médio de 383,960 mil euros. Já os de Saltos alcançaram um total de 9,56 milhões de euros, com um preço médio de 398,333 mil euros.

Paul Schockemöhle, outro dos fundadores da P.S.I. mostrou-se satisfeito com o resultado final, afirmando que “existem vários cavalos que têm talento para chegar ao topo do desporto.” Apesar de não referir o favorito, destacou “um cavalo que já não está centro das atenções do público, o Askan”, mas acrescentou que o “Chadonia PS é da mesma família e tem o potencial de seguir os passos do seu parente famoso.”

“Os cavalos estão a melhorar cada vez mais, os preços mudaram, o desporto está a evoluir e temos que acompanhar os tempos. Mas ao ver como o leilão P.S.I. evoluiu, acho que conseguimos”, rematou Paul Schockemöhle.

Fotos: LL Foto / Thomas Hellmann

Autor:

Ana Rita Moura

anaritamoura@invesporte.pt

QUER SABER MAIS SOBRE A CATEGORIA

Insira o seu e-mail e receba todas as novidades