CCE. 28 OUT 2019

Anibal Marianito é juiz FEI Nível 3

Aníbal Marianito alcançou o nível 3 depois de ter frequentado, este fim-de-semana, um curso que se realizou em Montelibretti, Itália.


Tempo de Leitura: 2 Min

Aníbal Marianito

O primeiro curso FEI foi tirado em 2009, mas foi a partir de 2014 que Aníbal Marianito «abraçou» de forma mais série esta sua faceta de Juiz de CCE. Passados cinco anos, depois de ter julgado várias provas de 4*, entre as quais Blenheim, em Inglaterra, por duas vezes, o juiz português achou "que era o momento certo para tentar subir de nível. Resolvi vir ao curso em Montelibretti e, felizmente, correu bem", contou à EQUITAÇÃO.

Foram quatro dias "muito intensos", como o próprio descreve, de tal forma que na primeira noite apenas conseguiu descansar duas horas. E porquê? "No primeiro dia tivemos de reconhecer, individualmente, o percurso longo de 4* e depois fazer uma análise de todo o percurso, falando dos mais variados aspectos que envolvem a disciplina. Tivemos duas horas para reconhecer um percurso de 5700 metros. À tarde começámos a formação de Ensino e as aulas acabaram às 19h. Só depois disso é que pude fazer o relatório do Cross e o nível de rigor que queria atingir consumiu-me a noite quase toda", relata.

Concluído o curso e estando agora no nível mais elevado desta disciplina, Aníbal Marianito conta que "agora passo a poder ser presidente do júri de 4* e de 5*. Obviamente que enquanto não julgar Badminton não descanso", confessa.

São já vários os países por onde passou enquanto juiz internacional e, prova disso, é o chapéu do qual se faz sempre acompanhar, e pelo qual já é reconhecido, repleto de pins. Alcançada esta «vitória», Aníbal Marianito deixa um agradecimento ao Coronel Ricardo Portela Ribeiro, reconhecendo que "o seu rigor e exigência" foram fulcrais para o percurso que tem percorrido.

Anibal Marianito_Clouds & Stars

Autor:

Carla Laureano

carlalaureano@invesporte.pt

QUER SABER MAIS SOBRE A CATEGORIA

Insira o seu e-mail e receba todas as novidades