CCE. 09 OUT 2019

Christopher Burton revalida tÍtulo no Event Rider Masters

Gemma Tattersall (GBR) venceu a 6.ª etapa do Event Rider Masters (ERM), enquanto Christopher Burton (AUS) se tornou bicampeão na última edição do evento que teve lugar em Pôle du Cheval et de l'Âne, em França.


Tempo de Leitura: 4 Min

event rider master - pódio ranking geral

Depois de já ter vencido em 2018, Christopher Burton revalidou o título montando Quality Purdey, e sagrou-se bi-campeão do Event Rider Masters, na última etapa do circuito, em França.

"É incrível! Eu ainda não consigo acreditar. Depois de um ano passado muito bom, achei que não podia fazer isto de novo. Estamos empolgados! É uma competição maravilhosa para se fazer parte dela. Agora vamos aproveitar o momento”, referiu Burton. Com esta segunda vitória, Christopher Burton, torna-se o primeiro cavaleiro a vencer a competição duas vezes.

Nesta última etapa o australiano alcançou a sexta posição, com 34.8 pontos (30 no Ensino e 4 nos Saltos), beneficiando do facto de ter sido o mais rápido do dia, no Cross, com 6m44s o que lhe permitiu subir da 15.ª posição para o sexto lugar.

Burton - Event Rider Masters

Ainda no ranking geral, o 2.º lugar pertenceu a Gireg le Coz (FRA), com Aispirit de la Loge, mas em Lignières o francês classificou-se em quinto com 33.3 pontos (29.3 no Ensino, 1.2 nos Saltos e 2.8 no Cross).

Sarah Cohen, a britânica que montou Treason, conseguiu o terceiro na prova, ocupando o mesmo lugar no ranking, terminando a competição com 29 pontos (23 no Ensino e 4 nos Saltos).

Nesta 6.ª e última etapa do circuito, competiram 18 conjuntos. A campeã do ERM de 2017, Gemma Tattersall, na sela de Jalapeno garantiu o primeiro lugar na prova, com um total de 24.3 pontos, acabando por somar apenas 22,3 pontos no Ensino, que lhe valeram o segundo lugar nesta disciplina.

event rider masters

A britânica conseguiu mudar o cenário nos Saltos, prova que concluiu com apenas duas penalizações por excesso de tempo, que se traduziu em 80.48 segundos. Gemma Tattersall explicou no final que a égua Jalapeno “é uma nova parceria. Ela foi produzida por Karin Dockers, mas tive que tomar as rédeas e tivemos que nos acostumar uma à outra. Cometemos alguns erros, mas fizemos o trabalho de casa”, disse.

Na segunda posição classificou-se Michael Jung (GER), com Star Connection FRH, com 25.7 pontos. Apesar do alemão ter obtido o record da pontuação da prova de Ensino (21.7pts), não foi suficiente cuidadoso, para ultrapassar Gemma Tattersall, pois concluiu a prova de Saltos de Obstáculos, com quatro pontos, embora tenha sido mais rápido, com o registo de 75.67 segundos.

“O Star Connection é realmente um grande cavalo e sei que tenho que deixá-lo correr desde o início, apesar de ele não ser um cavalo de corrida. Não tem um grande passo, mas isso mantém-me rápido nos saltos", confidenciou Michael Jung.

Quem também se juntou ao pódio, ocupando o terceiro posto, tanto na prova como no ranking, foi Sarah Cohen com Treason que rubricou uma prova regular mas insuficiente para alçar outro patamar. Os três primeiros classificados terminaram o Cross Country com um percurso limpo.

Event rider masters - pódio da 6.ª

Após terminadas as seis etapas, que passaram por cinco países, o circuito contou com 85 dos melhores cavalos e cavaleiros do mundo, oriundos de 15 países que disputaram entre si o prize money de 350.000 libras e a glória do pódio.

 

Fotos: Event Rider Masters

Resultados completos AQUI

 

Autores:

Ana Rita Moura

anaritamoura@invesporte.pt

José Costa

josecosta@invesporte.pt

QUER SABER MAIS SOBRE A CATEGORIA

Insira o seu e-mail e receba todas as novidades