Atrelagem. 08 OUT 2019

Golegã recebeu CIAT de Outono

Realizou-se a 5 de Outubro o XII CIAT de Outono da Golegã e a final da Troféu Ibérico de Atrelagem, cuja primeira mão foi disputada em Sevilha.


Tempo de Leitura: 2 Min

CIAT Golegã - foto José Neves

Ao todo contaram-se 20 participantes, portugueses e espanhóis, nas várias classes. O dia começou com a Prova de Apresentação no Largo da Igreja Manuelina. Nesta etapa os carros do séc XIX e inícios de XX foram avaliados quanto ao seu estado de conservação, arreios e a apresentação dos cavalos, assim como do condutor e passageiros, que devem trajar de forma correcta, de acordo com o veículo em que participam.

Em seguida decorreu a prova de Estrada, com a distância de 12km. Este percurso fez-se ao longo das ruas apertadas da Vila e pelo Campo, passando pelas Quintas dos séculos XVII e XIX da Golegã.

A Prova de Maneabilidade seria a terceira e última, que se realizou, como é habitual, no Largo do Arneiro, palco da Feira Nacional do Cavalo, consistindo numa prova de cones, em que é posta à prova a competência dos concorrentes na condução e domínio do conjunto associada ao Ensino dos Cavalos. Mas infelizmente esta prova foi suspensa devido ao despiste de um carro com quatro cavalos de um concorrente espanhol.

A Associação Portuguesa de Atrelagem emitiu um comunicado onde refere, no dia seguinte após o acidente, que “foi dada alta ao Concorrente e o Acompanhante irá ser transferido, durante o dia de hoje, para Sevilha onde será operado à fractura do Fémur”, já os cavalos não sofreram nenhuma lesão. Apesar do incidente o dia terminou com o Jantar de Gala do Concurso, onde se realizou a entrega de prémios. 

CIAT Golegã - Créditos José Neves

Na classe de 1 pónei participou Eduardo Maria Cruz (POR), enquanto em Parelha de Póneis a única participante foi Caetana Serra (POR). Em Singulares a vitória foi atribuída a Salvador Suarez Jimenez (ESP), vencedor também do Troféu nesta classe. Em Parelhas terminou em primeiro Juan Andres Quifes (ESP) com os vencedores do Troféu Ibérico, em ex-aequo, a serem Vítor Frias (POR) e Gregorio Cabeza Mendez (ESP).  

O espanhol Jacinto Planas Ros foi o único a competir na classe “3 ao Tronco”, vencendo por isso o troféu nesta classe.

Em 4 Cavalos Jacinto Planas Ros (ESP) conseguiu a primeira posição num conjunto conduzido por Llibert Calvet Martinez, mas nesta classe o troféu foi para Carlos Apolinário (POR). Já em Cavalos de Tiro a vitória pertenceu ao português Victor Emídio. 

No dia anterior realizou-se ainda no Museu dos Sócios da Associação Portuguesa de Atrelagem o habitual pic-nic partilhado (Cestones), naquela que é a primeira "prova" de alegre partilha das especialidades de cada um.

 

Fotos: José Neves 

Resultados Completos AQUI

 

Autor:

Ana Rita Moura

anaritamoura@invesporte.pt

QUER SABER MAIS SOBRE A CATEGORIA

Insira o seu e-mail e receba todas as novidades