Corridas. 10 SET 2019

StarterduRib e Rischiatutto são os novos vencedores do GP de Portugal

A prova mais mediática das corridas de cavalos em Portugal realizou-se este domingo no Hipódromo Municipal da Maia. Esta é a prova que todos querem vencer, este é o Grande Prémio de Portugal.


Tempo de Leitura: 3 Min

GP de Portugal

Esta prova condicionada aos melhores equinos que disputaram o Campeonato Nacional da Liga Portuguesa de Criadores de Cavalos de Corrida / Liga Portuguesa de Trote e Galope (LPCPCC/LPTG) foi uma vez mais repleta de emoção e adrenalina, sendo os protagonistas deste ano Rischiatutto (IRE) e StarterduRib (FR), ao vencer a edição 2019 do GP de Portugal para fundistas.

O equino da quadra Maia Lidador, preparado por Hugo Oliveira, confirmou o favoritismo. Rischiatutto (IRE), com a monta do internacional português Ricardo Sousa, realizou uma gestão eficaz do seu equino ao longo dos 2400 metros que constituem este GP e, na entrada para a última volta, assume liderança da prova e nunca mais a largou, terminando a prova na primeira posição a mais de cinco corpos dos seus opositores.

Já StarterduRib (FR), da quadra Mustang, chegou a Portugal há pouco mais de um mês e ainda veio a tempo de vencer a prova mais importante do ano. Depois de duas vitórias em distâncias curtas, StarterduRib (FR) com preparação de Bruno Bessa não partia como favorito a vencer sobre os 3000 metros. Contudo, assumindo desde início a liderança da prova, o driver António Bessa proporcionou um recorrido tranquilo a StarterduRib (FR), reservando suas energias para o final da prova, segurando assim o lugar mais alto do pódio até à linha de meta, tornando-se no vencedor do Grande Prémio de Portugal.

GP de Portugal

Este evento organizado pelo Centro equestre da Maia (CEM) em consonância com a LPCPCC/LPTG teve ainda em disputa mais quatro mangas repartidas pela modalidade de trote e galope, sendo que no trote atrelado esteve em destaque a quadra Jardins Acúrcio com o driver Acúrcio Peixoto ao vencer as duas mangas sobre os 2300 metros, sendo que Sapolino (FR) venceu série 1 e TelefantoduCoudde (FR) a série 2.

No galope o jóquei internacional luso Ricardo Sousa vinha de vencer 3 horas antes o Grande Prémio de San Sebastian e deu continuidade à sua saga de vitórias, vencendo as três mangas em disputa neste GP. Sobre os 1650 metros, Lenda da Torre (POR) da quadra Agrocarvalho venceu a 1.ª série e SandyDuke (FR) da quadra Maia Lidador venceu a 2.ª série.

As corridas de cavalos em Portugal seguem a passos largos para a profissionalização, sendo o arranque das apostas a chave para o sucesso inequívoco da modalidade. Assim, neste evento, para além dos anfitriões, Presidente do CEM Fernando Moreira, e do Presidente da LPCPCC/LPTG Ricardo Carvalho, marcaram presença Rose-Marie Portela, representante da ChevalFrancais, Aude Godwin e Mara Blanco representando a PMU, Elsa Machado em representação da DGAV, Paulo Lopes em representação do Turismo de Portugal, Raquel Almeida em representação de Turismo Porto e Norte, o vice-presidente Paulo Ramalho e a vereadora Ana Miguel Vieira em representação da C. M. da Maia e demais convidados que habitualmente se associam a este evento.

Destacar ainda a presença do Belga Jos Verbeeck que apadrinhou o evento. Esta é uma lenda viva do trote atrelado, vencedor por quatro vezes do Prix d'Amérique, vencedor do Sulkyd'orpor quatro vezes e ganhador de mais de 20 Grupo 1.

GP de Portugal

Autor:

Hélder Barbosa

helder.m.barbosa@gmail.com

QUER SABER MAIS SOBRE A CATEGORIA

Insira o seu e-mail e receba todas as novidades