Dressage. 29 JUL 2019

Martim Menéres repete 8.º lugar no Europeu de YR

Pelo segundo ano consecutivo, o cavaleiro português marcou presença na Final do Campeonato da Europa de Jovens Cavaleiros.


Tempo de Leitura: 5 Min

Martim Meneres_Equador - FOTO Rui Godinho

Depois de Fontainebleau (FRA) em 2018, este ano, em San Giovanni In Marignano (ITA), Martim Menéres voltou a ser o único cavaleiro português na Final, despedindo-se do Europeu no 8.º lugar, mas com uma média superior à do ano transacto, agora de 73.640%, novamente às rédeas do cavalo lusitano Equador (Peralta x Primera by Novilheiro).

Foram dias intensos os que se viveram neste Campeonato. Depois de ter entrado bem, na quarta-feira, com 70.823% (10.º), seguiu-se um dia de descanso, com o conjunto a regressar à pista na sexta. Martim e Equador fizeram 70.883% (8.º lugar provisório), mas com apenas metade dos inscritos a entrar nessa data, foi preciso esperar por sábado para saber se o conjunto carimbava (ou não) o passaporte para a Final. Tal veio a concretizar-se com o binómio a concluir em 12.º na geral.

Na Final de domingo, na Freestyle, sob condições atmosféricas adversas, a nota subiu e 73.640% valeram-lhe o 8.º posto entre os jovens mais promissores da Europa.

Martim Meneres - FOTO Rui Godinho

IMG_3866

Ainda em Itália, a EQUITAÇÃO conversou com o cavaleiro de 19 anos, que definiu este Campeonato da Europa como “fantástico!!! Estou muito contente com o resultado que o Equador e eu conseguimos alcançar.”

Passado o stress da competição, o cavaleiro, também Campeão de Portugal de Dressage de YR, confessou-nos que “estava muito nervoso para este campeonato, pois as expectativas eram elevadas. O Equador está em grande forma mas a concorrência era super forte. Quando acabei a primeira prova no Top 10, fiquei super contente e realizado. Isso deu-me motivação e pensei: «amanhã tenho de estar bem para ir à Final.» Era esse o nosso grande objectivo.”

Na Final, o conjunto realizou a prova “debaixo de uma forte chuva mas o Equador voltou a estar em grande forma e conseguimos igualar o lugar do ano transacto. Devo referir que em todas as provas melhorámos as notas de 2018 a nível percentual.”

De malas feitas para regressar a Portugal, Martim Menéres não quis deixar de “agradecer ao Nuno Chaves de Almeida, ao Marco Garcez, ao Dr. Bruno Miranda e aos meus patrocinadores – Bates e Mundo da Equitação. Sem toda a equipa nada disto era possível.”

IMG_5033

 

Portugal esteve presente neste Campeonato da Europa com uma dezena de conjuntos. “Queria também referir o bom ambiente que se viveu neste campeonato, uma equipa de atletas super focada e unida para representar o nosso grande país. Parabéns a todos e obrigado!!!” concluiu.

Martim fez equipa neste Europeu com Yoann Pinto, Mário João Freire e Francisco Vila Nova, com o colectivo a ficar em 10.º. A vitória esteve a cargo da Alemanha, com a Holanda em 2.º lugar e a Suécia em 3.º.

A nível individual, o pódio da Final ficou ordenado com Semmieke Rothenberger/Dissertation (ALE) com 78.050%, Esmee Donkers/Chaina (HOL) com 77.380% e Kimberly Pap/Vloet Victory (HOL) com 76.775%.

Resultados nacionais YR 

Freestyle

8.º Martim Menéres/Equador - 73,640%

 

Individual Competition

12.º Martim Menéres/Equador - 70,883%

39.º Yoann Pinto/Douro - 67,777%

42.º Mário João Freire/Filosofo - 67,500%

47.º Francisco Vila Nova/Sir Saburo - 66.382%

 

Team Competition

10.º Martim Menéres/Equador - 70,823%

35.º Yoann Pinto/Douro - 65,794%

54.º Francisco Vila Nova/Sir Saburo - 62.706%

55.º Mário João Freire/Filosofo – 62.559%

 

CHILDREN E JUNIORES

Com João Ralão Duarte como chefe de equipa, a liderar a comitiva nacional, juntaram-se aos Jovens Cavaleiros quatro Juniores e duas atletas Children.

Em Juniores, por equipas, Portugal ficou na 16.ª posição. A medalha de ouro foi entregue à Alemanha, a prata à Holanda e a de bronze à Dinamarca.

A nível individual, apenas 18 passaram à Final, com os três conjuntos que foram ao pódio a conseguirem notas superiores a 77%.

Ficou em 1.º Jana Schrödter/Der Erbe (ALE) com 78.440%, em 2.º Marten Luiten/Fynona (HOL) com 77.990% e em 3.º Valentina Pistner/Flamboyant OLD (ALE) com 77.685%.

 

Quantos aos Juniores portugueses:

 

Individual Competition

29.º Sebastião Lucas Lopes/Fideliu Plus - 68,882%

50.º Francisca Castro Monteiro/Weserprinz 3 – 67,265%

63.º Maria Mafalda Deitado/Bandolim - 65,824%

70.º Maria Beatriz Gonçalinho/Fidelius - 63,647%

 

Team Competition

28.º Sebastião Lucas Lopes/Fideliu Plus - 70,000%

58.º Maria Mafalda Deitado/Bandolim - 66.697%

61.º Maria Beatriz Gonçalinho/Fidelius - 66.152%

66.º Francisca Castro Monteiro/Weserprinz 3 - 65,939%

 

Em Children, as duas cavaleiras fizeram as seguintes notas:

 

Team Competition

40.º Maria Benedita Couto Gonçalves/Handalusa - 61,846%

48.º Luana Margarida Gomes/Destemido - 56,231%

 

Preleminary Competition B:

49.º Luana Margarida Gomes/Destemido - 58.461% (49º)

Elim. Maria Benedita Couto Gonçalves/Handalusa

 

Por equipas, à semelhança dos restantes escalões, a Alemanha ganhou e a Holanda ficou em 2.º. Coube à Russia a medalha de bronze.

Individualmente, ganhou a final Freestyle Allegra Schmitz-Morkramer/Lavissaro (ALE) com 78.607%, seguida de Lara van Nek/Fariska (HOL) com 75.756% e Annabelle Rehn/Aros A Fenris (DIN) com 74.893%.

WhatsApp Image 2019-07-27 at 20.49.35

Realizaram-se ainda provas europeias de Sub-25 e um CPEDI.

Os resultados completos podem ser consultados AQUI

 

Fotos Martim Meneres, crédito: Rui Godinho

 

Conheça o percurso de Martim Meneres na equitação AQUI

Autor:

Ana Filipe

anafilipe@invesporte.pt

QUER SABER MAIS SOBRE A CATEGORIA

Insira o seu e-mail e receba todas as novidades