Eventos. 17 JUL 2019

I Samora Equestre já terminou e promete voltar em 2020

A 1.ª edição do Samora Equestre, já terminou e foi um sucesso.


Tempo de Leitura: 4 Min

Samora Correia (2)

Samora Correia reuniu as coudelarias da sua freguesia num só espaço, e levou algumas das suas éguas afilhadas para exposição. No concurso do poldro mamão participaram 21 animais, 17 lusitanos e 4 cruzados, tendo sido a seguinte classificação:

Lusitano Classe I

José Pereira Palha

Pintura

 

João Pedro Rodrigues

Piri-Piri

 

Soc. Das Silveiras

Paris

 

Companhia das Lezírias

Piegas das Lezírias

Lusitano Classe II

Madaleno Lusitanos

Pamplona

 

Marco Sousa

Papoila

 

Oliveira Irmãos

Pandora

 

Coudelaria Farto

Prenda 57

Cruzada

Conde Cabral

Piri-Piri

 

Madaleno Lusitanos

Pampilho

 

Conde Cabral

Principe

 

André Nunes

Porsche

 

 

 

 

Na disputa de campeão da feira, venceu a poldra Pintura de José Pereira Palha.

Samora Correia (3)

A Feira abriu com um colóquio onde se debateu a influência do cavalo em Samora Correia, tendo como oradores João Pedro Rodrigues, Francisco Palha, Joaquim Madaleno, Pedro Farto, João Gonçalves  e João Braga a moderar. 

O evento contou ainda com várias homenagens, aos cavaleiros Nuno Vicente, Pedro Farto, Ricardo Vinhas Reis e João Gonçalves, como aos cavalos Joselito, ferro Sociedade das Silveiras e Zinque das Lezírias, ferro Companhia das Lezírias, como reconhecimento de tão longe levaram o nome de Samora Correia.

Samora Correia (1)

Outro dos pontos altos, foi o cortejo pelas ruas da cidade, onde estavam juntos cavaleiros amadores, campinos, campeões de equitação de trabalho, dressage e um cavaleiro da Escola Portuguesa de Arte Equestre. 

A organização deixa a promessa de que a 2.ª edição volta em 2020.

 

Fotos: Bárbara Costa 

Autor:

Ana Rita Moura

anaritamoura@invesporte.pt

QUER SABER MAIS SOBRE A CATEGORIA

Insira o seu e-mail e receba todas as novidades