Raides. 13 MAR 2019

Taça de Portugal surpreendeu a disciplina de Endurance

Foi recebida com surpresa pelos cavaleiros no passado dia 26 de Fevereiro a notícia da atribuição da primeira jornada da estreante Taça de Portugal a 11 dias da prova em que iria decorrer e a qual teve já lugar em Reguengos de Monsaraz no sábado passado.


Tempo de Leitura: 4 Min

Reguengos 2017

A Taça de Portugal nunca terá sido anunciada oficialmente constando apenas e de forma sucinta do novo Regulamento de Raides 2019 (ver em baixo). Passou, por isso, despercebida à maioria, sobretudo aos cavaleiros amadores ou mais recentes na modalidade, sempre com maior dificuldade em aceder à informação.

No regulamento apenas se referia que iria haver uma Taça de Portugal a anunciar, sem referência a datas, tipologia de provas ou a que categoria de cavaleiros se destinava.

A notícia tardia da realização da Taça, no site da FEP, veio prejudicar a sua própria competitividade e o interesse promocional da modalidade, já que que impossibilitou qualquer planeamento nesse sentido com atempada preparação das montadas. Pela mesma razão, também não conseguiu beneficiar a organização esforçada de Reguengos com mais conjuntos.

As competições de 1 estrela são normalmente provas menores encaradas como uma etapa qualificativa na carreira desportiva de um cavalo, até mesmo nos Emirados Árabes Unidos, onde não auferem de prémio ou estímulo à velocidade. São também usadas como treino para outra categoria maior ou para “começar a meter” os cavalos no início da época ou, ainda, para testar as montadas após uma lesão. Por isso não se percebe qual o público-alvo, nem quem vem beneficiar esta Taça de Portugal com duas provas de 1 estrela, em que podem competir cavalos de quaisquer idades e quaisquer classificações, assim como cavaleiros de todos os escalões.

Sendo positiva a criação de mais uma taça como estímulo ao desenvolvimento da resistência equestre, a forma como foi conduzida e a falta de resposta às perguntas dos cavaleiros vem mais uma vez questionar que futuro se pretende para a modalidade. Principalmente porque, nem a informação chega atempadamente aos potenciais novos cavaleiros, cuja atracção à modalidade deveria ser apanágio de quem trabalha em favor do desenvolvimento da modalidade, nem esta tipologia parece ser suficientemente atractiva para os cavaleiros da alta competição.

Numas novas eleições da FEP que se avizinham, beneficiaria a todos os envolvidos na Resistência Equestre uma mudança do paradigma actual, isto é, uma comunicação eficiente e mais transparência a todos os níveis.

Regulamento Raides - Taça 2019

Regulamento de Raides 2019

Foto de Topo: Raide em Reguengos 2017/Arquivo Equitação

Notícias relacionadas:

RUI LANTERNAS VITORIOSO EM REGUENGOS DE MONSARAZ

COMEÇA A TAÇA DE PORTUGAL

TAÇA DE PORTUGAL DE RAIDES

Autor:

Mónica Mira

equitacao@invesporte.pt

QUER SABER MAIS SOBRE A CATEGORIA

Insira o seu e-mail e receba todas as novidades