Actualidade. 21 FEV 2019

Gripe equina leva ao cancelamento de provas no Reino Unido

Para além do Reino Unido, foram detectados cavalos com o vírus da gripe equina em França, Bélgica, Alemanha, Irlanda, Nigéria e Estados Unidos da América.


Tempo de Leitura: 1 Min

equine-flu-nasal-swab-394x394

A gripe equina é um vírus altamente contagioso que causa doenças respiratórias nos cavalos. O vírus é endémico na maioria dos países e a detecção de casos de infecção pode ter um grande impacto na indústria equestre, podendo resultar em restrições na movimentação de cavalos e em cancelamentos de eventos.

O vírus, transmissível pelo ar, pode-se propagar até dois quilómetros, dependendo das condições ambientais e pode ser facilmente transmitido entre cavalos com contacto próximo, como em participações em eventos, treino em grupo, em caça ou entre cavalos vacinados e não vacinados.

São mais susceptíveis de apanhar o vírus cavalos não vacinados ou irregularmente vacinados; cavalos jovens; cavalos com um sistema imunológico comprometido ou cavalos sob maior stress. Quanto aos sintomas da gripe, são febre, linfonodos inchados atrás do maxilar, onde a cabeça e o pescoço se encontram, tosse seca, secreção nasal, letargia e perda de apetite.

O Animal Health Trust (AHT) confirmou (até 17 de Fevereiro) 29 casos de cavalos infectados, tendo sido canceladas várias provas nos Reino Unido. O AHT deixa cinco protocolos que devem ser seguidos: vacinação, isolamento, investigação, comunicação e mitigação dos riscos.

Mais informações AQUI e AQUI.

Autor:

Carla Laureano

carlalaureano@invesporte.pt

QUER SABER MAIS SOBRE A CATEGORIA

Insira o seu e-mail e receba todas as novidades