Saltos. 11 OUT 2018

Ouro histórico nos JO da Juventude

Os Jogos Olímpicos da Juventude estão a decorrer em Buenos Aires, Argentina.


Tempo de Leitura: 1 Min

Ouro JO da Juventude

A disputar os JO da Juventude na disciplina de Saltos de Obstáculos estiveram seis equipas, mas ao jump-off foram apenas duas, colocando frente a frente a Europa e a América de Norte. Com cada uma delas a fazer três percursos limpos, foi a rapidez dos conjuntos que serviu de factor diferenciador e, aí, foi a equipa norte-americana que apresentou melhores tempos.  

A equipa da América do Norte, composta por Nicole Meyer Robredo/El Capricho Champion (MEX), Mateo Philippe Coles/Quid du Plessis (HAI), Marissa del Pilar Thompson/Canal del Bajo Kithira (PAN), Pedro Espinosa/Llavaneras Genquina (HON) e Mattie Hatcher/Santa Rosa Valery (EUA), conquistou o ouro, com um total de 97,89''. Esta foi a primeira vez que a América do Norte conquistou o ouro por equipas e, no caso do Haiti e das Honduras, esta foi a primeira medalha de ouro alcançada em JO e JO da Juventude.

Na 2.ª posição ficou, então, a equipa da Europa, composta por Jack Whitaker/L V Chance Luck (GBR), Giacomo Casadei/Darna Z (ITA), Vince Jarmy/Walterstown Cruise Z (HUN), Rowen van de Mheen/Baral Ourika (HOL) e Simon Jan G Morssinkhof/Wigan Cheptel (BEL), com um tempo de 101,58''.

O bronze foi para a equipa de África, formada por Ahmed Nasser Elnaggar/Jos Africa de Parco (EGI), Brianagh Lindsay Clark/El Roblecito Malaika (ZIM), Anna Bunty Howard/Call Girl Z (ZAM), Hannah Ivy Garton/Jos Cassius (RSA) e Margaux Koenig/BM Urlefe (MRI).

Os percursos nestes JO da Juventude estiveram a cargo do português Bernardo Costa Cabral. Assista em baixo à entrevista realizada pela FEI ao chefe de pista.

Foto: FEI / Liz Gregg

Autor:

Carla Laureano

carlalaureano@invesporte.pt

QUER SABER MAIS SOBRE A CATEGORIA

Insira o seu e-mail e receba todas as novidades