Saltos. 17 SET 2018

Campeões de Cavalos Novos

Lanaken, Bélgica, recebeu o Campeonato do Mundo de Cavalos Novos, com as finais a serem disputadas ontem.


Tempo de Leitura: 2 Min

Uppercourt Cappucino e Richard Howley

O garanhão da raça Cavalo de Desporto Irlandês, Uppercourt Cappucino, um filho de Pacino criado por Paul Byrne e da propriedade da HK Horses, teve de enfrentar 232 outros cavalos promissores para vencer na categoria de 5 anos, montando pelo irlandês Richard Howley.

Para a final qualificaram-se 53 cavalos, sendo que 24 deles saltaram no jump-off. O conjunto vencedor registou um tempo de 35,17'', seguido de muito perto por outro conjunto irlandês. Csf Sir George, montado por Darragh Kenny, ficou em 2.º lugar, com uma prova feita em 35,34''. O castrado é filho de Sir Shutterfly, propriedade de Molly Tracy e da criação de Shane Connolly.

A Irlanda fez o pleno nesta categoria, com HHS Vancouver e Michael Pender a ocuparem o 3.º lugar, com o desempate feito em 35,75''. O cavalo, filho de Indoctro, é de criação e propriedade de Marion Hughes.

Já na categoria de 6 anos estiveram em prova 273 conjuntos, com 43 deles a disputarem o jump-off. A faixa de campeão foi conquistada por Mystic van'T Hoogeinde, do stud-book BWP e montado pelo belga Jeroen de Winter, com uma prova feita em 33,01''. "Submeti a minha aplicação à Federação Belga há três meses, principalmente com o objectivo de competir na  categoria dos cavalos de 7 anos. Mas há umas semanas terminámos o Campeonato Belga na 6.ª posição e quando fui ver a Equibel, vi que também tinha sido seleccionado com o Mystic", afirmou Jeroen de Winter.

No 2.º posto terminou Chilli, campeão dos 5 anos em 2017, montado pelo britânico Donald Whitaker (33,95''), enquanto em 3.º ficou Mano Negra van de Bucxtale, com o brasileiro Thiago Ribas da Costa (35,17'').

Nos de 7 anos a vitória foi conquistado pelo Oldenburg Solid Gold Z, com o alemão Christian Ahlmann. O conjunto foi um dos 12 que saltou o jump-off, terminando com o limpo mais rápido 38,34''. Criado por A. Sprehe, o filho de Stakkato já venceu este ano em Chantilly e Bordéus (França) e Leipzig (Alemanha).

Foi vice-campeão Grandorado TN, com o holandês Willem Greve, graças a um desempate limpo feito em 39,49''. Sea Coast Crystal de L'eau, montado pelo belga Gudrun Patteet, terminou o campeonato do mundo na 3.ª posição, com um tempo de 39,50''.

A disputar esta final esteve também o português Rodrigo Giesteira Almeida, com Gaga E D'Augustijn. O conjunto ficou em 24.º lugar, com 5pts.

Foto: FEI/Jeroen Willems

 

Resultados completos AQUI.

Autor:

Carla Laureano

carlalaureano@invesporte.pt

QUER SABER MAIS SOBRE A CATEGORIA

Insira o seu e-mail e receba todas as novidades