Saltos. 17 JUL 2018

Bis para Nicola Philippaerts

Depois de vencer a etapa de Cascais do Longines Global Champions Tour, o cavaleiro belga repetiu o feito em Chantilly, França.


Tempo de Leitura: 3 Min

Nicola Phillipaerts e H&M Chilli Willi

Chantilly foi palco da 11.ª etapa do Longines Global Champions Tour, com 33 conjuntos a disputarem o Grande Prémio. Dez deles qualificaram-se para o desempate, mas apenas três terminaram sem faltas.

O mais rápido foi o belga Nicola Philippaerts, na sela de H&M Chilli Willi, ao concluir o percurso em 37,26''. "Hoje tive muita sorte. Tínhamos um tempo rápido, mas o Ben também o foi. Às vezes temos dias assim. O Chilli Willi não é um cavalo naturalmente rápido, por isso limitei-me a fazer o percurso. O conselho do meu pai foi tentar ser o mais rápido possível. É sempre bom tê-lo por perto. A minha equipa é muito importante e penso que até ao momento tudo está a correr bem", adiantou o belga.

Uma vez que Nicola Philippaerts já tinha garantido o acesso ao Super Grande Prémio depois da vitória na etapa portuguesa, em Chantilly esse «bilhete» foi entregue ao 2.º classificado. Foi Daniel Deusser, montando Tobago Z, que garantiu o 2.º lugar, com o desempate feito em 37,30''. "Esse é um dos objectivos de todos nós e ter-me qualificado para Praga é muito bom para mim. O jump-off não correu como eu esperava. Pensei dar sete passadas do obstáculo dois para o três mas foi muito difícil e ninguém o fez. Arrisquei muito no último salto e estou muito feliz com este resultado", afirmou o cavaleiro alemão.

Em 3.º ficou o italiano Alberto Zorzi, com Contanga, com o percurso feito em 38,63''.

No ranking geral Ben Maher mantém-se na liderança, com 237pts. Edwina-Tops Alexander continua na 2.ª posição (199pts), seguida de Harrie Smolders (198pts).

London Knights

Nicola Philippaerts foi também feliz na Global Champions League, com os London Knights a registarem mais uma vitória. O belga foi à pista com H&M Chilli Willi, enquanto Ben Maher competiu com Winning Good e Explosion W. Os líderes do ranking terminaram a prova com 4pts e um tempo de 152,18''.

Em 2.º ficaram os Vakenswaard United, com equipa formada pelo alemão Marcus Ehning, em Comme Il Faut e Cornado NRW, e pelo italiano Alberto Zorzi/Contanga. Também com 4pts, a diferença esteve no tempo, que foi de 155,70''.

Os Shangai Swans garantiram o 3.º lugar, com 8pts. Foram à pista o irlandês Shane Sweetnam, com Chaqui Z e Main Road, e o alemão Daniel Deusser, com Cassiny Bay e Tobago Z.

Os London Knights continuam a liderar o ranking (244pts), enquanto os Valkenswaard United mantêm a 2.ª posição (227pts). No 3.º posto estão agora os Miami Celtics (169pts).

A 12.ª etapa do circuito disputa-se entre 27 e 29 de Julho, em Berlim, Alemanha.

Fotos: LGCT / GCL / Stefano Grasso

 

Resultados:

- LGCT

- GCL

 

 Notícias relacionadas:

- Egípcio conquista Paris

- Shane Breen estreia-se nas vitórias

- Belgas destacam-se em Cascais

- Mais um cavaleiro nos play-offs

- Alta competição na Riviera Francesa

- Smolders garante bilhete para os play-offs

- Três vitórias em Madrid

- Wathelet imparável em Xangai

- Começa a luta pelo terceiro título

- Brash começa LGCT com pé direito

Autor:

Carla Laureano

carlalaureano@invesporte.pt

QUER SABER MAIS SOBRE A CATEGORIA

Insira o seu e-mail e receba todas as novidades