Corridas. 05 JUL 2018

Grande Prémio de Portugal poderá não ser na Maia

Uma nova organização interessada faz com que a data (Setembro) e local (Hipódromo Municipal da Maia) não estejam confirmados.


Tempo de Leitura: 2 Min

Corridas

 

A notícia foi confirmada por Ricardo Carvalho, Presidente da Liga Portuguesa de Criadores e Proprietários de Cavalos de Corrida, que conversou com o colaborador da Revista Equitação, Victor Malheiro.

Com época de corridas em Portugal a atingir a metade, Ricardo Carvalho, fez um balanço do Campeonato Nacional, até ao momento, que considerou estar "a decorrer mais ou menos dentro das expectativas que tínhamos. A qualidade é boa e tentamos melhorar todos os anos, sempre à espera das apostas hípicas para dar o 'grande salto'. As corridas têm sido realizadas nos Hipódromos de Felgueiras e da Maia. O da Golegã ainda não está confirmado, havendo uma prova importante em Celorico da Beira, a 18 de Agosto. Estamos, desde o princípio, a negociar com outros locais mas ainda não estão confirmados, nem a data nem o local. O mesmo se passa com o Grande Prémio, que seria na Maia, mas deixou de estar confirmado."

Para além de Presidente da Liga, Ricardo Carvalho é também Director do Hipódromo de Felgueiras e nesse âmbito decidiu este ano "não ter um calendário de provas na Primavera e Verão e realizar provas no Inverno, quando os outros sítios não têm capacidade técnica para aguentar a chuva, pois o Hipódromo de Felgueiras tem um avançado sistema de drenagem. As duas primeiras provas do Campeonato Nacional deste ano, eram para ser realizadas na Maia, mas passaram precisamente para Felgueiras por causa do mau tempo" recorda.

No próximo número da Revista Equitação, Victor Malheiro vai abordar a temática das alterações constantes no calendário nacional de provas. Não perca.

QUER SABER MAIS SOBRE A CATEGORIA

Insira o seu e-mail e receba todas as novidades