Golegã. 14 JUN 2018

Equestrian Educational Network (EEN)

Meeting Erasmus + /Campeonato de Estudantes


Tempo de Leitura: 8 Min

Golega VM

A Escola Nacional de Equitação (ENE) faz parte da Equestrian Educational Network (EEN) desde 2009 e, desde então, tem participado nos trabalhos de desenvolvimento e aferição de referenciais de formação dos treinadores de equitação das escolas nacionais europeias, dos quais alguns foram financiados no âmbito do Leonardo D’ Avinci e, agora, do Erasmus+.

Neste momento, está a desenvolver, para esta parceria, uma extra-qualificação destinada a treinadores de equitação do grau 2, com o intuito de facultar algumas competências necessárias a quem queira exercer a sua actividade fora do seu país de origem. O produto final deste trabalho, depois de aferido com a formação presencial de 10 alunos de todas as escolas participantes no projecto, será apresentado em Julho de 2020.

 

IMG_2725

Coube agora à Escola Nacional de Equitação organizar reuniões de trabalho no âmbito deste projecto, que tiveram lugar na Golegã, nos dias 22 e 23 de Maio.

Também na Golegã decorreu, nos dias 24 a 27 de Maio, a 6ª edição do Campeonato de Estudantes da EEN, que se realiza anualmente desde Junho de 2013 e que contou com o apoio precioso da Câmara Municipal da Golegã.

IMG_2244

O Campeonato de Estudantes tem as seguintes características:

- Cada Escola/País, faz-se representar por dois alunos e dois treinadores;

- No início do Campeonato, são sorteadas as constituições das equipas e dos respectivos treinadores, devendo cada equipa ser constituída por três alunos e dois treinadores de países diferentes;

- São também sorteados, no mesmo momento, os temas a apresentar por cada equipa, na Prova de Teoria.

- O Campeonato é composto por três fases: 1ª Eliminatória, 2ª Eliminatória e Final:

   1ª Eliminatória: cada aluno faz uma prova de Dressage com o cavalo de dressage que foi sorteado para a respectiva equipa e uma prova de Obstáculos com o cavalo de obstáculos que foi sorteado para a equipa; assim, cada cavalo faz ou três provas de ensino, ou três provas de obstáculos, com os três alunos da mesma equipa.

  2ª Eliminatória: cada aluno apurado para a 2ª Eliminatória faz uma prova de Ensino, uma prova de Obstáculos e uma prova de Pedagogia (ministrar uma lição prática de dressage em inglês);

  3ª Eliminatória: os três alunos finalistas fazem uma prova de ensino, uma prova de obstáculos e uma prova de pedagogia (ministrar uma lição prática de obstáculos em inglês).

- No último dia, cada equipa faz a sua prova teórica que consiste na apresentação de um tema escolhido no primeiro dia da competição.

- Existe uma classificação individual e uma classificação por equipas, sendo que apenas as pontuações da 1ª Eliminatória e da Prova Teórica contribuem para a classificação das equipas.

- São convidados para julgarem as provas do Campeonato, cinco juízes, de países diferentes, que analisam em conjunto as prestações da cada aluno e, imediatamente a seguir a cada prova, comentam a mesma e atribuem uma nota de 0 a 10 pontos.

IMG_2553

Nesta 6ª edição do Campeonato participaram as seguintes Escolas/Países:

o   Escola Nacional de Equitação/Portugal

o   Saumur/França

o   Warendorf/Alemanha

o   Starum/Noruega

o   Hartpury/Inglaterra

o   Flyinge/Suécia

o   Stromsholm/Suécia

o   Ypaja/Finlândia

o   Barneveld/Holanda

o   Bilzen/Bélgica

 

IMG_2563

Foram juízes neste Campeonato Markus Scharmann/Alemanha, Ann-Catrin Carlson/Suécia, Eloise Legendre/França, Peter Stribosh/Holanda e Pedro Carmo Costa/Portugal.

A classificação individual deste Campeonato foi a seguinte:

1 º     Jessica Engell Cremen – Strömsholm/Suécia

2 º     Simon Gisclard – Saumur/França

3 º     Sofia Wittlock – Strömsholm/Suécia

4 º     Sarah Duckgeischel – Warendorf/Alemanha

5 º     Camille Laisney – Saumur/França

6 º     Charlotte Schippers – Barnefeld/Holanda

7 º     Janet Egbers – Warendorf/Alemanha

8 º     Kim van der Horst – Barnefeld/Holanda

9 º     Carlota Rico Duarte – ESAE/Portugal

10 º  Milla Kultti – Flyinge/Suécia

11 º  Nikita Meevis – Bilzen/Bélgica

12 º  Jonna Varonen – Ypäjä/Finlândia

13 º  Laura Oliveira – EPDRA/Portugal

14 º  Maja Hansdoter – Flyinge/Suécia

15 º  Meriel Isok – Hartpury/Inglaterra

16 º  Elise Lyng Monssen – Starum/Noruega

17 º  Fleur Meevis – Bilzen/Bélgica

18 º  Ines Santos - HartpuryInglaterra

19 º  Isabell Lexing – Fyinge/Suécia

20 º  Marthe Helen Vadder – Starum/Noruega

 

De destacar que a aluna vencedora, a Jessica Engell Cremen, contou com o apoio técnico do treinador português, o Cor Abel Matroca.

 

As três primeiras equipas classificadas foram as seguintes:

1º Lugar:

Charlotte Schippers – Barnefeld/Holanda

Janet Egbers – Warendorf/Alemanha

Sofia Wittlock – Strömsholm/Suécia

Treinadores – Frida Aksnes (NOR) e Stefan Hollanders (BEL)

 

2º Lugar:

Camille Laisney – Saumur/França

Maja Hansdoter – Flyinge/Suécia

Meriel Isok – Hartpury/Inglaterra

Treinadores – MurielCoppin (BEL) e Titia Dalstra (NED)

 

3º Lugar:

Jessica Engell Cremen – Strömsholm/Suécia

Milla Kultti – Flyinge/Suécia

Nikita Meevis – Bilzen/Bélgica

Treinador – Abel Matroca (POR)

IMG_2409

 

Este Campeonato teve as suas anteriores edições em Flyinge/Suécia, Saumur/França, Ypaja/Finlândia, Warendorf/Alemanha e Starum/Noruega. A edição do próximo ano irá realizar-se em Stromsholm, na Suécia.

O resultado deste evento tem sido, para além da extraordinária experiência que é esta competição com características muito próprias, que obriga a um trabalho intenso por parte de alunos e treinadores durante os quatro dias, uma estreita ligação profissional e pessoal entre todos os alunos que, como tem sido comprovado, se mantém ao longo do tempo.

A Escola Nacional de Equitação contou com o colaboração dos alunos e professores da Escola Superior Agrária de Elvas, da Escola Profissional de Desenvolvimento Rural de Alter do Chão e, especialmente, com o ajuda incansável dos alunos da Escola Profissional de Desenvolvimento Rural de Abrantes, escola esta que também teve a amabilidade de emprestar os seus cavalos para o evento.

A grande maioria dos cavalos utilizados nesta competição eram lusitanos, gentilmente cedidos por vários proprietários e entidades.

De referir mais uma vez, o apoio incondicional da Câmara Municipal da Golegã, sem o qual estes eventos não teriam obtido o sucesso já reconhecido por muitos.

A todos, o nosso muito obrigado.

Autor:

Pedro Carmo Costa

pedrocarmocosta@gmail.com

QUER SABER MAIS SOBRE A CATEGORIA

Insira o seu e-mail e receba todas as novidades