Eventos. 06 DEZ 2017

FEP assinalou os 90 anos

O Museu Nacional dos Coches foi o local escolhido para celebrar os 90 anos da Federação Equestre Portuguesa.


Tempo de Leitura: 3 Min

90 Anos FEP

Foi precisamente no dia em que a FEP fez 90 anos de existência, 5 de Dezembro, que várias pessoas se reuniram no Museu dos Coches para celebrar este marco na história da instituição.

Foi entre os coches em exposição que se falou do passado, presente e futuro do desporto equestre português e do papel que a FEP tem desempenhado na sua evolução.

Manuel Cidade Moura, actual presidente da Federação, afirmou que a instituição "tem hoje uma situação estabilizada, quer do ponto de vista da sua organização desportiva e administrativa, quer do ponto de vista financeiro, usando de uma autonomia significativa e de uma estabilidade. Também o número de filiados tem, em 2017, o maior valor de sempre, fruto de um trabalho sustentado dos clubes e associações durante os últimos anos. Enquanto actuais responsáveis pelos destinos da Federação temos bem consciência de que mais e melhor se poderia ter feito. O trabalho realizado foi o possível. No futuro, já com a distância temporal exigida, se fará o balanço. Para já há que continuar a viver o presente, procurando integrar todos os que, com boa vontade e da são convivência desportiva, queiram participar na construção do futuro".

Para celebrar o passado da FEP foi lançado o livro "Federação Equestre Portuguesa e os seus Dirigentes - 1927 - 2017", da autoria de Lourenço Correia de Matos, editado sob o Alto Patrocínio do Instituto Português para o Desporto e Juventude. "Achámos que seria interessante trazer a lume os homens que serviram a Federação, serviram o desporto equestre em todas as disciplinas ao longo destes 90 anos", explica o autor do livro.

Em 1924 é feita a primeira inscrição de cavaleiros portugueses nos Jogos Olímpicos que, nesse ano se realizaram em Paris. A equipa de Saltos de Obstáculos, composta por Borges de Almeida, Hélder Martins, José Mouzinho e Luís Cardoso de Menezes (Margaride), conquistaram a primeira medalha olímpica portuguesa, ao terminarem em 3.º lugar.

É pelo facto de a Equitação ser das modalidades que mais medalhas conquistaram medalhas olímpicas por Portugal, a FEP decidiu homenagear ontem os cavaleiros olímpicos e paralímpicos que já representaram a bandeira nacional nas Olímpiadas.

Para comemorar o presente, foram também entregues troféus e medalhas dos 90 anos da FEP aos Campeões Nacionais das várias disciplinas equestres.

90 Anos da FEP

Quanto ao futuro, foram apresentados os Jogos Equestres Nacionais, que se realizarão entre 4 e 13 de Maio de 2018, na Companhia das Lezírias. Irão estar reunidas todas as disciplinas, com Campeonatos, Taças de Portugal, concursos e torneios. Esta será uma competição que vai passar a integrar o calendário nacional da FEP, em princípio de dois em dois anos.

Na cerimónia de ontem esteve também presente João Paulo Rebelo, Secretário de Estado da Juventude e do Desporto que elogiou esta homenagem feita pela FEP "a antigos, actuais e futuros, que são já hoje promessas e no futuro seguramente darão um contributo a esta Federação. Ao estarmos a reconhecer o mérito, estamos a homenagear, mas estamos também a incentivar para que outros possam superar-se, trabalhar mais e melhor".

A FEP conta com 18 presidentes e no final de tarde de ontem foram homenageados dois que já desempenharam o cargo e estavam presentes: Jorge Soares Franco de Avillez e Duarte Nobre Guedes.

Também os funcionários da FEP com mais de 15 anos de funções receberam uma lembrança.

Em memória das muitas pessoas ligadas ao meio equestre que já partiram realizou-se um minuto de silêncio, que terminou com um momento musical que teve como protagonista a fadista Teresa Tapadas. Os presentes tiveram ainda a oportunidade de ouvir o tenor Marcos Santos.

Fotos: Aurélio Grilo

Autor:

Carla Laureano

carlalaureano@invesporte.pt

tags: Eventos

QUER SABER MAIS SOBRE A CATEGORIA

Insira o seu e-mail e receba todas as novidades